Série - Corrida Tecnológica da indústria 4.0 pelo mundo - Brasil

Continuando a série sobre a corrida tecnológica da indústria 4.0 pelo mundo, sobre o Brasil, pesquisas indicam que o total de empresas no Brasil que adota as tecnologias da Indústria 4.0 é de apenas 2%. Para que as empresas do país cheguem ao patamar competitivo dos negócios de outros mercados, é necessário pelo menos uma década de esforço contínuo.




Iniciativas no Brasil

  • Grupo de trabalho (GTI 4.0) coordenado pelo MDIC e ABDI

  • Uma política nacional está prevista para o fim do ano.

  • Programa Rumo à Indústria 4.0 (realização da ABDI, em parceria com a FIESP, CIESP e SENAISP)

  • Objetivos do programa: a) difundir o conceito e as tecnologias da Indústria 4.0; b) fazer um diagnóstico tecnológico setorial; c) definir o nível de maturidade da empresa; d) definir a trajetória mais adequada para alcançar projetos e ações com as tecnologias habilitadoras da Indústria 4.0.

(Mais informações: http://hotsite.fiesp.com.br/industria40/rumo-industria40.html )

  • Missões de empresários aos Estados Unidos e Alemanha.

  • Workshops MDIC/MCTIC para Manufatura Avançada.

  • Instituto Senai de Inovação em Manufatura Avançada e Microfabricação (cidade de São Paulo

  • Pós-graduação em Internet das Coisas (cidade de São Paulo).

  • Centro de Tecnologia da Ciência da Computação e a nova sede da escola Mecatrônica, ambas em São Caetano do Sul (SP). Nesta mesma escola, está disponibilizada uma planta demonstradora da Indústria 4.0.


A DENSIDADE ROBÓTICA é uma proxy que ajuda a ver a distância competitiva entre os países nesse quesito.


  • Para cada 10 mil trabalhadores da indústria, há apenas 11 robôs no Brasil e 36 na China, enquanto na Coreia do Sul este número é 531, no Japão 305, na Alemanha 301, e nos Estados Unidos 176.

Densidade robótica

Número de robôs industriais para cada 10 mil funcionários na indústria de transformação - 2015


  • Em 2015, a China comprou 27,5% dos 240 mil robôs industriais vendidos no mundo.

  • Cerca de 70% dos robôs industriais estão no setor automotivo.

Há lideranças nesse processo? Quais as chances do Brasil?


  • Ainda que as maiores lideranças industriais do mundo tenham saído à frente, há um grande espaço para ser percorrido haja vista que os modelos mais completos de Indústria 4.0 devem vigorar a partir de 2025.

  • Outra oportunidade para o Brasil é que, diferentemente das outras revoluções industriais, que foram percebidas como revolução anos depois da implementação de tecnologias disruptivas, pela primeira vez, as transformações são premeditadas e as políticas industriais de cada país conduzem os rumos dessa transformação no mundo.

  • Por isto, neste contexto, é importante o trabalho conjunto entre os principais stakeholders brasileiros (poderes executivos e legislativo, empresas, academia, sindicatos) para a criação de uma política de Estado robusta e competitiva mundialmente.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga-nos
  • facebook
  • instagram
  • linkedin
  • youtube
4i Engenharia - Facebook
4i Engenharia - Instagram
4i Engenharia - LinkedIn
4i Engenharia - YouTube
4i Engenharia - Revenda SOLIDWORKS