6 passos para sua primeira simulação no SOLIDWORKS

April 15, 2020

Aprenda como começar a usar o SOLIDWORKS Simulation

 

O SOLIDWORKS Simulation (antigo Cosmos Works) é um programa de análise de elementos finitos intuitivo, poderoso, preciso e fácil de usar. Se você ainda não ouviu falar sobre esta solução ou quer conhecer um pouco mais, indico estes 2 blogs do nosso site: O que você precisa saber sobre softwares CAE  e SOLIDWORKS Simulation é um software de Análise de Elementos Finitos?.

 

A simplicidade do seu uso vem da interface amigável que possui e também das etapas bem definidas para se realizar um estudo de simulação. São elas:

Etapa 1: Definição do tipo de estudo (Estático, Térmico, Frequência)

Etapa 2: Atribuição do material à peça / componentes

Etapa 3: Aplicação das condições de contorno (diagrama de corpo livre)

Etapa 4: Criar a malha do modelo

Etapa 5: Executar a análise

Etapa 6: Visualizar e interpretar os resultados.

 

 

Estas etapas seguem uma sequência lógica na organização dos comandos no SOLIDWORKS Simulation. No gerenciador de comandos, ela segue a sequência da esquerda para a direita e na Árvore de Recursos do Simulation segue a sequência de cima para baixo.

 

 

Vamos agora detalhar um pouco mais cada de etapa para que você possa fazer sua primeira simulação usando o SOLIDWORKS Simulation!

 

Primeiro, selecione “Novo Estudo” e escolha o tipo de estudo que se aplica às suas necessidades de análise (estático, frequência, térmico, flambagem, fadiga, não linear,...). No exemplo a seguir, o estudo “Estático” foi escolhido.

 

 

Depois de ter escolhido o tipo de estudo, a Árvore de Recursos de Simulação é aberta, logo abaixo da árvore do gerenciador de recursos do SOLIDWORS. A segunda etapa (definição do material) pode ser realizada clicando com o botão direito do mouse na peça ou selecionando o material, no gerenciador de comandos.

 

O banco de dados do material é o mesmo da biblioteca de materiais do SOLIDWORKS. As propriedades do material são apresentadas na aba “Propriedades” de cada material selecionado (é possível incluir/alterar estas propriedades, para sua análise ou até mesmo criar um novo material).

 

 

 

A terceira etapa é a aplicação das condições de contorno ao componente, ou seja, vamos informar ao software como o modelo se comporta no mundo real. ATENÇÃO: esta é a etapa mais importante do processo e consiste em atribuir cargas, acessórios, contatos, conexões, etc.

 

 

 

 

A próxima etapa é a criação da malha (também conhecida como discretização do modelo). O SOLIDWORKS oferece várias opções de malha, incluído malha tipo sólido, casca, viga (que pode ser aplicado em uma estrutura com perfis metálicos, como apresentado nesse blog “Use o SOLIDWORKS Simulation 2017 para simulação de carregamentos em vigas”).

 

 

A quinta etapa é onde o computador faz o trabalho pesado (e aqui vale todo investimento que você fez no seu computador, pois ele será bem explorado para os cálculos numéricos – confira essa dica neste vídeo, de computador indicado para SOLIDWORKS). A execução pode ser realizada individualmente ou em lotes, caso vários estudos precisem ser resolvidos.

 

 

O sexto, e último passo, é a visualização dos resultados, para interpretação do profissional que está usando o SOLIDWORKS Simulation. Análise das tensões, deslocamento, coeficiente de segurança são os resultados mais comuns apresentados. Mas pode-se avaliar também outros resultados, de acordo com o tipo de simulação que está realizando.

 

 

Em resumo, as etapas de 1 a 4 são as fases de pré-processamento e as fases de 5 a 6 são pós-processamento. Independentemente do tipo de análise que você escolha realizar, estas 6 etapas te ajudarão do início ao fim.

 

Se quiser conhecer as novidades do SOLIDWORKS Simulation na versão 2020, clique aqui.

 

No nosso canal no YouTube temos alguns vídeos aplicando o SOLIDWORKS Simulation em alguns projetos:

 

 

 

 

 

 

Quer saber mais sobre SOLIDWORKS Simulation? Confira este curso para quem quer começar a usar esta ferramenta.