5 formas de ter sucesso com SolidWorks PDM

June 5, 2017

Com que frequência você perde um tempo valioso procurando modelos ou arquivos? Você já teve que recriar um modelo porque não conseguiu encontrar o original? Já perdeu tempo criando um projeto em CAD apenas para descobrir mais tarde que um de seus colegas já havia modelado um projeto semelhante que atenderia às suas necessidades? Se não estiver usando um sistema de gerenciamento de dados de produto (PDM) integrado, talvez você já tenha vivido essas situações.

 

 

APROVEITE PROJETOS COMPROVADOS E FECHE MAIS NEGÓCIOS!

 

 

 

   Na economia global de hoje, perder tempo procurando ou recriando projetos que já existem atrapalha e coloca sua empresa em desvantagem competitiva. Adaptar, aproveitar e reutilizar projetos existentes podem poupar tempo e dinheiro para a sua empresa. Também podem ajudar a colocar produtos no mercado com mais rapidez, aumentar os lucros da empresa e fechar novos negócios.

 

   As empresas que utilizam sistemas de PDM integrados podem maximizar a eficácia da reutilização de projetos, tratando com eficiência os desafios associados. Este artigo examina os cinco benefícios principais da reutilização de projetos e explora como o sofware SolidWorks Enterprise PDM pode ajudar a tornar a reutilização dos seus projetos em uma estratégia vencedora.

 

 

 

PRIMEIRO SEGREDO PARA O SUCESSO – Reduzir o tempo de projeto

 

   Tempo é mais do que dinheiro. Colocar um novo produto no mercado ou responder a um projeto com mais rapidez do que a concorrência são requisitos cruciais para o sucesso no mercado competitivo atual. Com essas pressões, não faz sentido começar todos os projetos de novos produtos ou novas propostas do zero, especialmente quando estudos mostram que a maioria dos novos projetos de produtos (até 85% em alguns estudos) contém propriedade intelectual de projetos anteriores.

 

   É muito mais rápido adaptar componentes ou elementos de projeto existentes para usá-los em um novo projeto que começar com uma folha em branco. A essência da reutilização de projetos é aproveitar os projetos existentes de alguma maneira, seja reutilizando-os completamente para eliminar o tempo de projeto, seja modificando ou atualizando esses projetos para poupar tempo. Além da redução no tempo de modelagem, a reutilização de projetos tem o potencial de poupar tempo e dinheiro significativos em engenharia ao longo do processo, fabricação, aquisição (economia de tempo com menos transações, fornecedores e custos de aquisição de material) e operações de montagem.

 

 

Case: Com a utilização do software SolidWorks Enterprise PDM para auxiliar no aumento de 40% na reutilização de projetos, a empresa Oceaneering International, fabricante de produtos para o setor de petróleo e gás offshore, reduziu os ciclos de projeto em 40%, o tempo de comercialização pela metade e os custos de desenvolvimento em 30%.

 

 

 

SEGUNDO SEGREDO PARA O SUCESSO – Aproveitar conceitos comprovados

 

   Existe uma frase popular que diz: “se não estiver quebrado, não conserte”. Os projetos existentes têm a vantagem de já ter circulado no mercado real e de já ter passado no teste do consumidor. Esses projetos representam conceitos comprovados, constituindo quantidades conhecidas com histórico de desempenho estabelecido e taxas de retorno de garantia. Trabalhando a partir de um projeto existente, o projetista pode ter mais confiança de que o projeto terá o desempenho anunciado.

 

   É menos arriscado, em termos de satisfação do cliente e falha em campo, aproveitar um conceito validado e comprovado do que seguir uma direção completamente nova. Trabalhando a partir de um projeto anterior, o projetista pode manter a intenção do projeto, além de adicionar melhorias estéticas. A reutilização de projetos também favorece ideias inovadoras e possíveis melhoramentos que uma folha em branco normalmente não pode proporcionar.

 

Case: A Munters Corporation, líder na fabricação de sistemas de desumidificação, utiliza o software SolidWorks Enterprise PDM para acessar os fluxos de trabalho automatizados empregados no desenvolvimento de produtos na Europa e, com isso, fabricar esses sistemas comprovados nos Estados Unidos. Esse recurso ajudou a empresa a reduzir os erros de entrada de projetos em 25%.

 

 

 

TERCEIRO SEGREDO PARA O SUCESSO – Aumentar a velocidade e a exatidão das cotações

 

   Para ganhar um contrato, é preciso apresentar cotações precisas e rápidas. Os projetos e propostas existentes normalmente incluem cálculos exatos dos custos e prazos necessários no passado. O acesso às informações dos componentes de projeto usados anteriormente e a atualização dessas informações nas propostas permitem poupar tempo e melhorar a precisão ao calcular novos projetos.

 

   Além de ajudar as empresas a apresentar propostas exatas em concorrências, a reutilização de projetos também pode facilitar e otimizar o processo de cotação entre fabricantes e fornecedores externos. Por exemplo, com um sistema PDM integrado, o departamento de compras pode acessar os modelos e desenhos para apresentar cotações sem precisar tomar o tempo de projetistas ou engenheiros.

 

Case: A TigerCat Industries, fabricante de equipamentos de uso florestal, utiliza o software SolidWorks Enterprise PDM para otimizar seu processo de aquisição, permitindo ao pessoal de compras acessar os dados de projeto para obter cotações.

 

 

 

QUARTO SEGREDO PARA O SUCESSO – Reduzir a duplicação de dados e as unidades de manutenção de estoque (SKUs)

 

   Os dados de projetos são a essência do fabricante. Entretanto, quando são gerenciados incorretamente, estão desorganizados ou são de difícil utilização, podem se tornar um fator de atraso e alto custo. Na maioria das empresas, uma alta porcentagem de dados de engenharia é perdida ou se torna difícil de localizar devido ao armazenamento incorreto de arquivos e documentos. Isso pode levar a duplicação de dados, crescimento desnecessário no número de unidades de manutenção de estoque (SKU) e custos adicionais de armazenamento de dados.

 

   É mais econômico reduzir o número de peças no banco de dados. Além de facilitar a localização e a reutilização dos componentes existentes para os projetistas, a redução do número de SKus ou dos números de peças pode diminuir os custos por toda a empresa. Incluir uma única peça, no entanto, pode acrescentar muitas horas de trabalho e custos adicionais ao longo do processo.

 

 

Case: O Martifer Group, uma empresa global do setor de construção, energia e biocombustível, reduziu suas despesas de armazenamento de dados com a implementação do software SolidWorks PDM.

 

 

 

QUINTO SEGREDO PARA O SUCESSO – Integrar recursos globais

 

   Para muitos fabricantes, o desenvolvimento de produtos tem se tornado um trabalho cada vez mais global, com recursos de projeto e engenharia espalhados pelo mundo. Embora antes muitos centros de desenvolvimento de produtos operassem de forma independente, cada um projetando e fabricando produtos para seus mercados específicos, mais e mais empresas estão aproveitando seus talentos de projeto em geral estimulando a colaboração em escala global.

 

   É muito mais eficiente aproveitar os projetos existentes, tenham sido eles criados no escritório ao lado ou em outro continente. Embora seja frequentemente necessário modificar os projetos para atender às necessidades dos clientes e às características de um determinado mercado, a capacidade de reutilizar os projetos criados em outro setor da empresa pode poupar muito tempo e dinheiro.

 

Case: A F. L. Smidth & Co. A/S, líder global na construção de fábricas de cimento, integrou seus trabalhos mundiais de projeto mecânico utilizando o software SolidWorks Enterprise PDM para aprimorar os fluxos de trabalho e padronizar os processos de desenvolvimento, reduzindo o trabalho de engenharia em cerca de 30% no processo.

 

 

 

   Agora você conhece as cinco maneiras principais pelas quais a reutilização de projetos pode ajudar a comercializar produtos com mais rapidez e fechar novos negócios. entretanto, como descrito neste texto, alcançar os benefícios da reutilização de projetos não deixa de ser um desafo. Para aproveitar o seu potencial máximo de reutilização de projetos, você precisa de um sistema de PDM integrado. A última pergunta é: como selecionar o sistema de PDM mais adequado para a sua empresa?

 

Selecione um sistema de PDM que:

  • Oferece um retorno do investimento (ROI) rápido e significativo;

  • É fácil de implementar e usar;

  • É fácil de administrar;

  • Requer personalização mínima;

  • Pode ser adaptado aos seus fluxos de trabalho e processos;

  • Requer treinamento mínimo;

  • Não requer aquisição significativa de hardware;

  • Apresenta necessidade mínima de suporte de TI;

  • Oferece uma arquitetura aberta que pode ser integrada aos sistemas existentes, como sistemas de planejamento de recursos de material (MRP), planejamento de recursos empresariais (ERP) e outros sistemas de negócios.


Mais informações ou dúvidas entre em contato!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

SENAI Cimatec Park: Saiba o que rolou na inauguração!

November 13, 2019

1/8
Please reload

Posts Recentes